sábado, 19 de janeiro de 2013

A Longa Seca sobre Israel - Lição CPAD - 1º Semestre 2013 - 20/01


A Longa Seca sobre Israel
Lição CPAD - 1º Semestre 2013 - 20/01                                     Autor do Subsídio  - Pr.Osvarela
TEXTO ÁUREO - “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” - 2 Cr 7.14
VERDADE PRÁTICA - A longa seca sobre Israel teve como objetivo disciplinar e demonstrar a soberania divina sobre os homens.
Texto Apoio: Dan 9:13 - Como está escrito na lei de Moisés, todo este mal nos sobreveio; apesar disso, não suplicamos à face do Senhor nosso Deus, para nos convertermos das nossas iniqüidades, e para nos aplicarmos à tua verdade.
Palavras-chaves:
Meu Povo
Humilhar
Orar
Conversão
Os céus ouvem – Javé
Perdão
Seca – בצורת
יובש–aridez seca com
Folhelho – s.m. Invólucro de maçaroca do milho, dos bagos de uvas, legumes etc.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Reis 18.1-8. E SUCEDEU que, depois de muitos dias, a palavra do Senhor veio a Elias, no terceiro ano, dizendo: Vai, apresenta-te a Acabe; porque darei chuva sobre a terra. E foi Elias apresentar-se a Acabe; e a fome era extrema em Samaria. E Acabe chamou a Obadias, o mordomo; e Obadias temia muito ao Senhor, Porque sucedeu que, destruindo Jezabel os profetas do Senhor, Obadias tomou cem profetas, e de cinquenta em cinquenta os escondeu numa cova, e os sustentou com pão e água. E disse Acabe a Obadias: Vai pela terra a todas as fontes de água, e a todos os rios; pode ser que achemos erva, para que em vida conservemos os cavalos e mulas, e não percamos todos os animais. E repartiram entre si a terra, para a percorrerem: Acabe foi à parte por um caminho, e Obadias também foi sozinho por outro caminho. Estando, pois, Obadias já em caminho, eis que Elias o encontrou; e Obadias, reconhecendo-o, prostrou-se sobre o seu rosto, e disse: És tu o meu senhor Elias? E disse-lhe ele: Eu sou; vai, e dize a teu senhor: Eis que Elias está aqui.
Sequidão é a falta de água por muitos dias e a falta deste elemento essencial á vida, como lemos em Gn. 1.1,2, quando o Espírito Santo se movia sobre as águas para manter a restauração da Terra, através das águas.
Gn. 1.1. NO princípio criou Deus os céus e a terra.2 E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
De onde alguns dos cientistas tiram a ideia-proto da Teoria da Evolução, à partir da água.
Água nos fala, e lembra-nos de purificação.
Israel necessitava de uma purificação espiritual, com a retirada dos ídolos, que secaram, drenaram a fé genuína dos patriarcas, Abraão, Moisés, Jacó.
Após 200 anos de desvio espiritual com poucos momentos de reavivamento, Israel está, talvez em sua pior quadra espiritual e mística.
A divindade adorada afasta o povo do seu Pacto sinaítico.
Era necessária a conversão de o povo.
E esta conversão só pode ser realizada, pelo próprio povo, diz YHWH.
Sendo um pouco calvinista, no sentido ortodoxo, há uma intervenção divina, com o aparecimento do profeta do lombo cingido com pelos e
“não haverá orvalho nem chuva nestes anos”... Essa suspensão de umidade foi suficiente para atender a finalidade de correção de Deus, a seca trouxe a todo o país alem de um desperdício, de suas terras agricultáveis, que a estava tornando inabitável. Bíblia Comentada.
A Longa Seca sobre Israel
Os 13:3 - Por isso serão como a nuvem da manhã, e como o orvalho da madrugada, que cedo passa; como folhelho que a tempestade lança da eira, e como a fumaça da chaminé.
Descobri, estudando para este subsídio, que há uma palavra importante, como a questão do Orvalho, tão citado na Bíblia, folhelho – era algo, como que envolto em algo que não podiam ver. Era lançado fora como a plha do milho, após retirada da espiga.
Assim, se ia ao vento pela sequidão a esperança de alimento em Israel.
Deus tem seus exércitos e é Ele quem domina, a saraiva e os recônditos de onde veem as chuvas para cada parte da Terra, segundo a Sua ordenança.
Em Israel Ele ordenara, pela boca de Elias, a sequidão por três anos!
Era o que havia acontecido com Israel, as suas frutíferas estavam petrificadas pela sequidão.
Pensavam eles que, era tão somente pela palavra do profeta Eliahu Hanavi – Elias, mas estavam enganados.
A Sequidão e o folhelho eram advindos de outra sequidão:
-A Sequidão espiritual!
Sequidão é a falta de água por muitos dias e a falta deste elemento essencial á vida, como lemos em Gn. 1.1,2, quando o Espírito Santo se movia sobre as águas para manter a restauração da Terra, através das águas.
De onde os cientistas tiram a idéia proto da Teoria da Evolução, à partir da água.
Água é fundamental, sequidão, ou seja, falta prolongada de água sobre uma Nação, sobre uma vida, sobre um Ministério, no sentido espiritual é um desastre, que levará ao caos.
-A Nação não terá como manter sua gente.
-A agricultura será, pouco a pouco, extinta.
-O homem – antrhopos -, não terá como viver sem água.
-O gado não poderá pastar, as ovelhas morrerão, a criança mão terá como crescer, a mãe definhará.
-O nosso Ministério não florescerá e não dará frutos, sendo levado á extinção.
Moisés foi inspirado a falar que devemos pedir sempre ao Senhor, que haja orvalho e destile, em gotas a Tua Doutrina. Deu 32:2 -  Goteje a minha doutrina como a chuva, destile a minha palavra como o orvalho, como chuvisco sobre a erva e como gotas de água sobre a relva.
Não pode cessar a presença da água na vida.
-Seja na nossa vida pessoal.
-Seja na nossa vida espiritual.
-Seja na nossa vida como Igreja, da qual somos membros, no sentido místico, do Corpo de Cristo.
Sal 133:3 - Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre.
Israel estava sem a comunhão interna, sem o orvalho, sem a Comunhão vertical, com Javé, que trocara pela incomunicabilidade com o deus de Jezabel, o deus poste – Baal, o deus da fertilidade [mudo, sem fala, e infértil e sem poder algum], que trouxe, não ele, pois, não tem nem tinha poder, mas sim, a posição adotada pó Israel, praticando culto prostituído e prostituto, ao qual a Nação se lançara para obter benesses, do mesmo, a quais nunca obteve, mas obteve, no lugar disto a sequidão espiritual e agora, nesta quadra da vida da nacional a sequidão determinada por Javé pela boca de seu profeta Elias.
2Sm 1:21 -  Vós, montes de Gilboa, nem orvalho, nem chuva caia sobre vós, nem haja campos de ofertas alçadas...
Umedecendo a terra.
Tudo que Israel queria era água,pelo menos orvalho na hora certa,pela manhã, mas Elias determinara sequidão sobre os Termos de Israel e Javé ouvira e sua palavra
O orvalho, ou a umidade é importante para comunhão entre os homens e o senhor.
Isaías escreve claro sobre o Orvalho.
Is 18:4 -  Porque assim me disse o Senhor: Estarei quieto, olhando desde a minha morada, como o ardor do sol resplandecente depois da chuva, como a nuvem do orvalho no calor da sega.
Is 26:19 -  Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos.
Israel naquele momento estava sem orvalho e quando este vinha era como dano sobre a erva plantada.
Os 6:4 -  Que te farei, ó Efraim? Que te farei, ó Judá? Porque a vossa benignidade é como a nuvem da manhã e como o orvalho da madrugada, que cedo passa.
Os 13:3 -  Por isso serão como a nuvem da manhã, e como o orvalho da madrugada, que cedo passa; como folhelho que a tempestade lança da eira, e como a fumaça da chaminé.
Os 14:5 -  Eu serei para Israel como o orvalho. Ele florescerá como o lírio e lançará as suas raízes como o Líbano.
Mq 5:7 -  E o remanescente de Jacó estará no meio de muitos povos, como orvalho da parte do Senhor, como chuvisco sobre a erva, que não espera pelo homem, nem aguarda a filhos de homens.
O orvalho – é interessante notar que este tem que cair no momento certo, pois ele também pode trazer a mangra – danos a erva do campo – como um juízo divino.
O Homem de Deus E As Secas.
Interessante notar que em toda sequidão, ou momento de intensa seca, Javé usa alguém especial e com características dispares de seus pares.
Note:
José – cresceu ao avisar da seca; foi jogado numa cova em uma região árida para viver a maior sequidão de sua jovem história, que o levou a viver no Palácio com Faraó nos dias de sequidão na terra do Egito!
Elias – determinou a seca e apareceu, aos olhos de todo Israel e povos vizinhos, durante a seca;foi o período mais fértil de seu Ministério;
Davi – peregrinou no deserto e voltou para reinar, e para morar em um palácio; no Deserto de Zife; I Samuel 23
Samuel 23, verso 15: "Vendo, pois, Davi, que Saul saíra a tirar-lhe a vida, deteve-se no deserto de Zife, em Horesa, Então levantou-se Jônatas, filho de Saul, e foi para Davi a Horesa e lhe fortaleceu a confiança em Deus, e lhe disse: Não temas, porque a mão de Saul, meu pai, não te achará; porém tu reinarás sobre Israel, e eu serei contigo o segundo; o que também Saul, meu pai, bem sabe. E ambos fizeram aliança perante o Senhor, [perante YHWH, o Deus do Pacto] Davi ficou em Horesa e Jônatas voltou para sua casa.”
Davi escondeu-se no deserto seco para salvar a sua vida e reinar sobre todo Israel unido!
Há momentos que estamos na sequidão, para que possamos entender qual seja a vontade de Deus, ou porque não a entendemos, ainda.
Ou porque necessitamos nos converter de alguma coisa, que se nos apegou.
Ou necessitamos orar a Deus, um pouco mais.
Ou porque nos faltou humilhar-nos para a questão principal de Deus em nossa vida: A Sua Soberania!
Muitas vezes, em nossa vida a sequidão própria de um deserto, nos leva a necessitar de ajuda de: corvo, viúva, ou um empregado do teu perseguidor, um Obadias, ou até mesmo da perseguição:
1 Rs 18.3,4. E Acabe chamou a Obadias, o mordomo; e Obadias temia muito ao Senhor, Porque sucedeu que, destruindo Jezabel os profetas do Senhor, Obadias tomou cem profetas, e de cinqüenta em cinqüenta os escondeu numa cova, e os sustentou com pão e água.
Assim, como os Os Zifeus disseram a Davi: “Saul está vindo em seu encalço”, por isto ele foi direto para aquele lugar onde podia se esconder, Davi se dirigiu ao meio do deserto, num lugar esturricado e sem água – em plena sequidão.
2 Cr 7.14 “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”.
Dan 9:13 - Como está escrito na lei de Moisés, todo este mal nos sobreveio; apesar disso, não suplicamos à face do Senhor nosso Deus, para nos convertermos das nossas iniqüidades, e para nos aplicarmos à tua verdade.
Israel havia sido empurrado ao deserto, mais seco de sua existência, nestes anos de divisão e desvario de reis maus, como povo de Deus que necessitava de:
- se humilhar, e orar;
- buscar a minha face [do Senhor]; Deu 5:4 - Face a face o Senhor falou conosco no monte, do meio do fogo...
- se converter dos seus maus caminhos;
I Samuel 23.14. "Permaneceu Davi no deserto, nos lugares seguros, e ficou na região montanhosa no deserto de Zife. [que está a oeste da região central do Mar Morto numa área extremamente estéril]. Saul buscava-o todos os dias, porém Deus não o entregou na sua mão."
Israel perdera o rumo. I Samuel 23.13: "Então, se dispôs Davi com os seus homens, uns seiscentos, saíram de Queila e se foram sem rumo certo. Sendo anunciado a Saul que Davi fugira de Queila, cessou de persegui-lo."
Saindo da Sequidão No Tempo de Deus.
Vai, apresenta-te a Acabe; porque darei chuva sobre a terra.
-A impiedade é vencida pelos que conservam o Compromisso com Deus.
Obadias encontrou a solução antes de Acabe.
Não era uma fonte de água comum, era uma fonte ígnea de Poder de Deus: “...disse Acabe a Obadias: Vai pela terra a todas as fontes de água, e a todos os rios; pode ser que achemos erva, para que em vida conservemos os cavalos e mulas, e não percamos todos os animais. E repartiram entre si a terra, para a percorrerem: Acabe foi à parte por um caminho, e Obadias também foi sozinho por outro caminho. Estando, pois, Obadias já em caminho, eis que Elias o encontrou;”
Obadias saíra com Acabe a procurar lugar para encontrar alguma comida para abastecer os estábulos de Acabe.
Veja que rei!
Preocupado com seus animais, enquanto as Escrituras dizem: “E foi Elias apresentar-se a Acabe; e a fome era extrema em Samaria.”
Entendo que esta foi a única iniciativa certa, ainda que sem conhecer o coração de Obadias, de Acabe, levar alguém que conhecia a necessidade de ter profeta guardado, até ao tempo de exaltação do Senhor!
Sem a profecia o povo se corrompe.
Pr :Osiel Varela 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUE DEUS TE ABENÇOE ! JESUS TE AMA E QUER TE LEVAR PARA O CÉU .

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...