sábado, 26 de janeiro de 2013

Elias E Os Profetas de Baal - Lição 4 CPAD - Jan 2013


Elias E Os Profetas de Baal
Autor do subsídio: Pr. Osvarela
Texto Áureo - I Reis 18:21. Então Elias se chegou a todo o povo, e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o, e se Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.
Leitura Bíblica em Classe:
I Reis 18:36-40. Sucedeu que, no momento de ser oferecido o sacrifício da tarde, o profeta Elias se aproximou, e disse: Ó SENHOR Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, manifeste-se hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que conforme à tua palavra fiz todas estas coisas.
Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo conheça que tu és o SENHOR Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração.
Então caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e o pó, e ainda lambeu a água que estava no rego.
O que vendo todo o povo, caíram sobre os seus rostos, e disseram: Só o SENHOR é Deus! Só o SENHOR é Deus!
E Elias lhes disse: Lançai mão dos profetas de Baal, que nenhum deles escape. E lançaram mão deles; e Elias os fez descer ao ribeiro de Quisom, e ali os matou.
Etimologia:
-Baal  ה"בעל  a palavra Baal pode ser lida na língua hebraica como baali – meu dono, proprietário.
Por isto, o Apóstolo Pedro escreve, agora para Igreja: “Vós sois geração Eleita, nação santa, povo adquirido...”, assim como Israel foi eleito por Javé.
Marido – בעל
-Profeta no feminino profetisa (do grego: πρoφήτης, prophétes) pode significar a pessoa que é capaz de predizer acontecimentos futuros ou ainda uma pessoa que fala por inspiração divina ou em nome de Deus.
Aos falsos profetas aplicava-se a pena de morte, na Lei Moisaica.
O livro do Antigo Testamento, revela antes de serem comumente chamados profetas, tais pessoas eram chamados de videntes. (I Samuel 9:9).
É um nome sugestivo que descrevia as pessoas a quem Deus revelava os acontecimentos futuros, por meios de sonhos, visões ou aparições de anjos.
Eram escolhidos por Deus e tinham enorme autoridade religiosa e influência.
Normalmente, eles eram tidos como conselheiros e instrutores da Lei de Deus.
A expressão "os Profetas", pode referir o conjunto de livros (Neviim) escritos pelos profetas.
O profeta era visto como um instrumento divino, alguém sobrenatural, que fala da situação presente, futura e passada.
Até quando coxeareis entre dois pensamentos?
Destaque Reflexivo.
Assim, como Yahweh tinha seus profetas, Baal, deus poste dos sidônios também tinha seus profetas.
Devemos lembrar e citar a posição de enfrentamento de Moisés com os magos no Egito, no processo liberatório do povo hebreu.
Êxodo 7:8-12. E o SENHOR falou a Moisés e a Arão, dizendo: Quando Faraó vos falar, dizendo: Fazei vós um milagre, dirás a Arão: Toma a tua vara, e lança-a diante de Faraó; e se tornará em serpente. [...] e lançou Arão a sua vara diante de Faraó, e diante dos seus servos, e tornou-se em serpente. E Faraó também chamou os sábios e encantadores; e os magos do Egito fizeram também o mesmo com os seus encantamentos. Porque cada um lançou sua vara, e tornaram-se em serpentes; mas a vara de Arão tragou as varas deles.
Moisés e Elias – Dois Homens Em Busca de Uma Decisão.
O que nos remete ao Monte Tabor, nos leva ao momento do Ministério terreno de Nosso Senhor Jesus, na Transfiguração, onde ambos se apresentam de maneira mística, impressionante.
Mateus 17:1-4. SEIS dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés, e um para Elias.
FALSOS PROFETAS:
II Pedro 2:1. E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
Assim, como Deus continua usando seus servos para falar com sua Igreja, por Profecias, temos também arautos do Reino do Terror, tentando atuar, se dermos espaço no meio do nosso arraial.
II Pedro 2:15-19. Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça; Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva. ss...Porque, falando coisas mui arrogantes de vaidades, engodam com as concupiscências da carne, e com dissoluções, aqueles que se estavam afastando dos que andam em erro, Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo.
IDENTIFICANDO OS FALSOS PROFETAS.
Precisamos nos valer das Escrituras sagradas para poder identificar, aqueles que querem engodar o povo de Deus.
De todos os tipos, com promessas de fertilidade – prosperidade, riquezas materiais – a moda atual.
São diferente de Jesus Cristo, O Sumo Pastor de nossas almas:
I Pedro 5:4. E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória”.
Mostram-se como fonte de águas, mas são nuvens secas, que só querem tirar o “pêlo da ovelha”!
II Reis 23:5. Também destituiu os sacerdotes que os reis de Judá estabeleceram para incensarem sobre os altos nas cidades de Judá e ao redor de Jerusalém, como também os que queimavam incenso a Baal, ao sol, à lua, e aos planetas, e a todo o exército dos céus.
Falsos profetas, que clamam à pedra, e ao pau, [hoje até a vegetação], ao sol, a lua, quando não realizam seus cultos sombrios, em meio, á Natureza evocando falsos deuses.
I João 4:1-3. AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.
II Pedro 3:3-5. Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda?  Porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus [...].
A Igreja precisa precaver-se, orientar-se pela Palavra de Deus, a Palavra Eterna, de Revelação progressiva e contemporânea, a cada época da Igreja.
Adoração Verdadeira Não Combina Com Dúvida.
Não é passível de receber nada do Senhor, conforme nos ensina a Epístola de São Tiago.
Tiago 1: 6.8. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvidaé semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte. O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos.
A Indecisão, Ou A Dupla Adoração É Impraticável, No Mundo Espiritual.
O crente de coração dobre é um adorador a menos.
E menos um a receber as bênçãos do Eterno! qv Tg1
Jesus também condena a indecisão dos que servem a Deus:
Mateus 6:24. Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.”
Provérbios 17:20. O perverso de coração jamais achará o bem; e o que tem a língua dobre vem a cair no mal.
Israel caiu no mal, pela perversidade do coração de Acabe, ao aliar-se ao Rei dos sidônios para preservação militar do seu reinado, mas para isto rendeu-se e deu como pagamento de vassalo, aos sidônios, a própria adoração ao seu Deus YHWH!
Perdera fé, que o escritor S.Terrien descreve “...a realidade da presença de Deus se encontra no centro da fé bíblica...”, ou seja todos em Israel conheciam as Sagradas Escrituras [centro unificador de aliança ou da aliança sinaítica – W.Eichrodt- ], um preceito deuteronomista dado por Moisés.
Estas Escrituras apontavam para: “Deus é o Senhor” – Ludwig Koller
Elias é convocado para demonstrar esta presença!
Sendo que Deus era o Deus dos Exércitos de Israel [יהוה צבאותאלוהי צבאות ישראל].
A transliteração do texto final sobre o Deus de Israel, de I Sm 17.45.
"YAHWEH TSABAOTH, ELOHIM TSABAOTH ELOHEY YISRAEL"
I Samuel 17:45. Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.
A Indecisão Do Povo Foi Condenada Pela Própria Expressão De Elias:
I Reis 18:21. Então Elias se chegou a todo o povo, e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o, e se Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.”
E a reação do povo demonstra que estavam profundamente envolvidos e sem saber a quem seguir.
A não emissão de nenhum tipo de decisão, neste momento indica a dúvida, ou possível medo a Acabe, a Jezabel e até mesmo a Baal!
Não podemos ser omissos quanto a nossa fé num Deus, como o nosso Deus.
I Pedro 4:14-16. Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus; quanto a eles, é ele, sim, blasfemado, mas quanto a vós, é glorificado. Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte.
II Pedro 1:10. Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis.
Pedro nos incita a pensar no futuro, para que não percamos a esperança e sigamos os moldes da Igreja Primitiva, buscando alcançar a mesma forma de vida, agora no presente século.
II Pedro 1:19. E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações.
YHWH Reconhecido como Deus Único
Na Região onde se originou Israel, transcendentemente, após a presciente chamada do Patriarca Abraão, havia inumeráveis deuses.
O paganismo era uma questão viçosa para os habitantes.
O Pacto Sinaítico [Ex.19] trouxe junto com o Decálogo a ideia teológica aos hebreus, semitas.
Deuteronômio 6:4. Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR.
Mas, ao longo de toda a História [histórico-traditiva] até ao desterro, ainda que, Yavé fosse o Deus de Israel, vemos nas linhas sagradas, que mesmo nos momentos imediatamente posteriores a libertação mística do Egito pela mão forte do Eu Sou, Israel se voltou, em alguns momentos para querer voltar ao Egito e ao longo destes anos de caminhada, um Bezerro foi fundido por Arão – nada menos do que A Voz de Moisés – e nesta quadra nacional hebraica, quando Acabe reina, desde o reinado de Jeroboão – que instituiu culto a dois Bezerros, um em Dã e outro em Betel, havia ainda uma facilidade de o povo aceitar como tendo poder, outros deuses.

I Reis 12:28-31. Assim o rei tomou conselho, e fez dois bezerros de ouro; e lhes disse: Muito trabalho vos será o subir a Jerusalém; vês aqui teus deuses, ó Israel, que te fizeram subir da terra do Egito. E pôs um em Betel, e colocou o outro em Dã. E este feito se tornou em pecado; pois que o povo ia até Dã para adorar o bezerro.Também fez casa nos altos; e constituiu sacerdotes dos mais baixos do povo, que não eram dos filhos de Levi.
Jesus afirma já, nos idos neotestamentários:
Marcos 12:28-29. Aproximou-se dele um dos escribas que ...perguntou-lhe: Qual é o primeiro de todos os mandamentos?
E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único Senhor.
A diferença é que o Deus de Israel era mais poderoso.
Esta unanimidade, só veio ser reconhecida, sobre o único Deus – Yavé – nos tempos do cativeiro babilônico.
Assim, o Monoteísmo absoluto estava carente de uma forte demonstração de Poder deste Deus.
A Luta a ser travada, não era de Elias contra os Profetas de Baal e Asera.
Seria a mesma luta travada por Davi contra o gigante Golias.
Em que os deuses Baal e Asera, seriam desmascarados, pois não poderiam ser ouvidos ou falar, ou fazer descer fogo dos céus!
Jezabel e Acabe confiavam e o povo desconfiava, confiando no poder destes ‘deuses’.
Davi assim como Elias usa o Nome do Senhor como propositura para afirmação do Poder Único e absoluto de Yavé.
Confrontando Os Poderes.
A Batalha espiritual convocada para o Carmelo, era o desafio aceito por Elias, confiado plenamente no Senhor.
Esta Batalha foi travada em três Planos:
1- Plano Terreno – Geo-político:
pr:Osiel varela

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUE DEUS TE ABENÇOE ! JESUS TE AMA E QUER TE LEVAR PARA O CÉU .

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...