sexta-feira, 26 de outubro de 2012

PROFETAS MENORES - ESTUDO CONTINUADO - NOVO GRÁFICO - CURIOSIDADES


PONTOS DETERMINADOS
CURIOSIDADES.
DADOS.
Para melhor entendimento e sistemática de aprendizado [é um conjunto em formação], Leia o link:
Entendendo a Situação Geo-Política da Região de Judá e Israel:
Inserções sobre os Opressores E Dominadores de Israel e de Judá:
-Queda da Assíria em 612 aC .
-Jonas já proferiu sua mensagem de aviso, e Naum foi seguido por Sofonias, que também previu (Sofonias 2:4-15) a destruição da cidade, as previsões que foram notavelmente cumpridas (625 aC ), quando Nínive aparentemente,  foi destruída por um incêndio, e o império Assírio chegou ao fim, um evento que mudou a face da Ásia.
Escavações arqueológicas puseram a descoberto o esplendor de Nínive, em seu apogeu sob Senaqueribe (705 - 681 aC ), Esarhaddon (ou Assur-Akhi-iddina - II Reis 19:37. E sucedeu que, estando ele prostrado na casa de Nisroque, seu deus, Adrameleque e Sarezer, seus filhos, o feriram à espada; porém eles escaparam para a terra de Ararate; e Esar-Hadom, seu filho, reinou em seu lugar.) - ( 681 - 669 aC ), e Assurbanipal ( 669 - 633 aC ).
NOTA:
Apesar de ser doze o número de livros, todo o material literário dos profetas menores é considerado como um só livro no cânon judaico. 
Neste período dos Profetas menores, nós vamos encontrar o povo judeu dividido em dois reinos:
Como já descrito em Estudo anterior, sob o Tema ‘mitte’.
-O Reino do Norte;
-O Reino do Sul;
Também vamos encontrar os Profetas divididos em Profetas Pós-Exílicos e Pré - Exílicos:
Na Terra dos Eventos:

Os deportados começam a perder de vista, o desejo da volta para a Palestina;
Há um sentimento contra Yavé – como um Deus injusto;
Há um abandono da Fé dos antigos [pais], pela nova geração no exílio;
Há, cada vez mais, naturalmente, como acontece com gerações criadas em outro país: envolvimento com a Cultura, Economia e Religião do lugar de Exílio – Babilônia; é necessário destacar bolsões de resistência – Daniel, Ezequiel, etc...
Mensagem:
Restauração de Israel;
Culto a Yavé;
Mensagem de esclarecimento por que aconteceu o exílio;
Lembrar aos exilados mais novos [sociedade judia, no exílio – ver casa de Ezequiel [Ez.8.1.SUCEDEU, pois, no sexto ano, no sexto mês, no quinto dia do mês, estando eu assentado na minha casa, e os anciãos de Judá assentados diante de mim, que ali a mão do Senhor Deus caiu sobre mim.], o pecado dos reis governantes e gerações anteriores pré-exílio, ou durante os governos vassalos.
Características:
Diferentemente dos profetas pré-exílicos, eles registraram [escrevem] primeiro a Mensagem e depois a Pregam, ou a apregoam-na;
            -Voltar a colocar-se sob a vontade de Yavé, para que haja sequencia no Seu Plano;
-Deus deseja restaurar o reino Davídico;
            -Ser de novo um Povo Sant e dócil, confirmar o seu amor para com Yavé e de forma recíproca;
            -Reconstruir, reencenar a História de Israel com Yavé, para perpetuar a mensagem de Yavé.
            -Reeditar a Monarquia Teocrática;
            Período:
O Período da Mensagem escatológica, do Messias que terá em si as melhores qualidades de Davi;
Joel
O nome Joel significa, literalmente, “Jeová é Deus”.
Este é um nome muito comum em Israel, e Joel, o profeta, é especificado como o filho de Petuel. Nada é conhecido a respeito dele ou das circunstância de sua vida. Provavelmente que ele tenha vivido em Judá e profetizado em Jerusalém.
Amós (Am)
Amós - “Aquele eu suporta o jugo”
Profeta pós-exílico – vide gráfico!
Amós, cujo nome significa “Aquele eu suporta o jugo”, era um nativo da pequena cidade de Tecoa, situada nas colinas de Judá, a cerca de 16 km ao sul de Jerusalém.
Originário do Reino do Sul – Judéia – próspera e importante – II Sm. 141-24;II Cr. 11.5-6;
Ele é o primeiro dos assim chamados profetas escritores, ou literários, do séc. VIII aC.
Os outros incluem Oséias a Israel e Miqueias e Isaias a Judá. Amós rejeitou treinamento como um profeta profissional, admitindo que ele era um pastor de ovelhas e cultivador de sicômoros.
Um Profeta fora dos padrões, um ‘não-profeta entre os profetas’, Amós foi chamado para entregar a mensagem de Deus ao Reino do Norte, Israel.
O País estava em segurança.
Denuncias:
Pecado – 5-7;10.17;
Injustiça;
Maldade do reino do Norte;
Mensagem:
Condenação; 5.21-27
Possibilidade de conversão;possibilidade da Reversão do juízo, pelo arrependimento, conversão [metanóia]  e nova vida;
Perdão de Yavé;
Característica pessoal como profeta:
Desaparece do Cenário bíblico, após profetizar;
Obadias (Ob)
Obadias - “Servo/adorador de Jeová”
O profeta é conhecido somente como Obadias, “Servo/adorador de Jeová”. Nenhuma outra informação está disponível a respeito dele.
Data
O fundo histórico da destruição de Jerusalém coloca a data da profecia de Obadias logo após 586 aC, o ano no qual a cidade sagrada foi derrotada pelos babilônios. A mensagem foi, provavelmente, dada durante o período do exílio de Judá, quando Obadias alerta Edom sobre a vingança de Deus, que estava se aproximando, e assegura a Judá quanto ao contínuo cuidado do Senhor.
Jonas (Jn)
Jonas - "pomba" – minha nota: a pomba do mar ou da águas -; Tal qual a pomba da Arca, ele não queria pousar sobre cadáveres espirituais - humanos; Osvarela
Como indicado em 2Rs 14.25, Jonas era filho de Amitai e um nativo de Gate-Hefer, um vilarejo situado a 5 Km em direção ao nordeste de Nazaré, dentro das fronteiras tribais de Zebulom.
O destinatário da revelação do Senhor é Jonas ("pomba"), filho de Amitai ("Fiel" ou "fiel"). Esta designação identifica o profeta como o caráter histórico de 2 Reis 14:25, que proclamou que Jeroboão II (793-753 a. C.) Iria recuperar território da Síria para o norte.
Há alguns que consideram a existência, e/OU Contraste da Mensagem de Jonas, com o período do reino de Jeroboão, comparando-as, com as palavras de Amós e Oséias, que profetizaram durante o período de declínio espiritual de Israel na última parte do mesmo século.
Introdução:
Data e ocasião.
1:1-2:10 O livro do profeta Jonas se divide em duas divisões principais, cada uma introduzida pela frase: "Agora a palavra do Senhor veio a Jonas. "
A primeira divisão compreende duas secções: a chamada, voo/viagem [pomba] e julgamento de Jonas (cap. 1), e o salmo ação de graças (cap. 2).
1:1-17 Desobediência de Jonas para a comissão como um profeta para ir a Nínive, segredo não nos revelado - a razão de Jonas para fugir de Deus (que não é revelado até 4:2).
Demonstração da ação de salvar vidas, na atividade profética de Jonas:
- O profeta de Deus é julgado, mas os gentios são poupados, o que antecipa a resposta e a vida poupada dos moradores de Nínive – ninivitas -.
Modelo de Chamada ao trabalho Profético:
1:1 E veio a palavra do Senhor a Jonas.
Há variações, deste texto utilizado por volta de 112 vezes no Antigo Testamento para descrever a entrega de uma mensagem divina de um profeta.
Dentre aqueles que sustentam outro autor, que não seja Jonas, alguns datam o livro na segunda metade do séc. VIII ou no início do século VII, baseado nas datas pós-exílica, após a destruição de Nínive em 612 aC.
Profetizando durante o reinado de Jeroboão II e precedendo imediatamente Amós;
Característica:
Forte nacionalista;
Politicamente: um amante leal de Israel; um patriota comprometido.
Pela consciência da destruição que os assírios haviam feito em Israel através dos anos.
Único profeta evangelista e Missionário trans-cultural:
Ele foi o único profeta mandado para pregar aos gentios.
Caráter:
-obstinado,
-irritado,
-mal-humorado,
-impaciente
-Sectário; viver somente com seu clã.
-Religioso.
Ele professava um temor ao Senhor como Deus do céu, o Criador do mar e da terra.
Religioso Não praticante:
Desobediente- desobediência intencional;
Relutante em cumprir o seu chamado:
- relutante obediência;
Irado e vingativo:
- a sua ira sobre a extensão de misericórdia aos ninivitas = incoerência na aplicação da sua fé.
A história termina sem indicar como Jonas respondeu à exortação e à lição objetiva de Deus.
Miquéias (Mq)
Autor: Miquéias - “Quem, ó Deus, é semelhante a ti”
Contemporâneo de profeta maior:
Profeta Isaías
Profeta menor:
-Oséias
Época em que viveu:
A situação era dramática para Judá;
Os assírios haviam invadido sua região de origem;
Foi obrigado ir para a Capital do Reino - Samaria – II Rs 17.20;
Miquéias foi contemporâneo de Isaías, no séc. VIII aC.
Ambos concentraram seu ministério no Reino do Sul, Judá, incluindo Samaria (Israel) e “as nações” no objetivo das suas profecias. Durante alguns anos, no começo da sua carreira,Miquéias foi, também, contemporâneo de Oséias, um profeta que morava no Reino do Norte. Miquéias viveu numa cidade localizada a cerca de 32 km a sudoeste de Jerusalém e profetizou principalmente naquela região.
O Nome de Miquéias pressupõe uma semelhança com o Senhor: “Quem, ó Deus, é semelhante a ti”.
Segundo Keil seu ministério durou de 60 a 65 anos. Isso parece ser confirmado pelo próprio texto sagrado: “Palavra do SENHOR que foi dita a Oseias, filho de Beeri, nos dias de Uzias, Jotão, Acaz, Ezequias, reis de Judá, e nos dias de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel” (Os 1.1). A soma dos anos desses quatro reis de Judá são 113 anos. Jeroboão II reinou 40 anos (2 Rs 14.23) entre 793-753. Se Oseias começou seu ministério no final do reinado de Uzias e alcançou pelo menos os primeiros anos de Ezequias, fica claro que Oseias exerceu seu ministério por tempo prolongado. 
Hengstenberg ("Christologic des Alten Testaments," i. 475) e Keil ("Lehrbuch der Historisch-Kritischen Einleitung in die Schriften des Alten Testaments," §§ 92, 93);
Isidoro Singer, M. Seligsohn, Solomon Schechter, Emil G. Hirsch Enciclopédia Judaica, publicada entre 1901-1906.
Outras fontes:
Vivos
Bíblia Plenitude
Apontamentos e Estudos do próprio autor
Setad-SP
Outras fontes serão citadas ao longo deste Estudo Sistemático.
TBAT - IPMackenzie - Pós-GraduaçãoaUTOR OSIEL VARELA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUE DEUS TE ABENÇOE ! JESUS TE AMA E QUER TE LEVAR PARA O CÉU .

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...