sábado, 5 de maio de 2012

TIATIRA, A IGREJA TOLERANTE Lição 06 - CPAD -06/05/2012


TIATIRA, A IGREJA TOLERANTE
Lição 06 - CPAD
Autor do subsidio: Osvarela

“A Igreja dos tiatirenos foi a Igreja que tentava recolorir a mensagem verdadeira do Evangelho e da presença de Cristo, com falsas doutrinas de Jezabel!
Cuidemos para que esta posição de Tiatira não adentre em nossas Igrejas!
O espírito de Jezabel se mostra como espírito de domínio sobre a autoridade do anjo da igreja, do verdadeiro profeta [como Elias, destes dias] e do Rei Jesus.LEIA A CONCLUSÃO
Rm.6.13. ...mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos...
TEXTO E LEITURA BÍBLICA
2 CO.6.14-15. Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?
Ap. 2. 18-25.  E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente:
Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé, e a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as primeiras.
Mas tenho contra ti que toleras Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria.
E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu.
Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras.
Mas eu vos digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei.
Mas o que tendes, retende-o até que eu venha.
Tiatira:
Das sete cidades da Ásia, Tiatira era a menos importante, politicamente.
Localizada no fértil vale do rio Lico, era um rico Centro comercial, apesar da pouca representatividade plítica no império romano. 
Foi fundada por Celenco Nicanor, um dos quatro generais de Alexandre Magno, que dividiram entre si seu império, entre 301 e 288 a.C..
Ela foi originalmente conhecida pelos nomes de Pelópia e depois Enópia, mudando-lhe Selenco o nome para Tiatira de modo definitivo. A cidade de Tiatira ocupava uma posição importante no sistema rodoviário de Roma, uma vez que estava situada na estrada que vinha de Pérgamo, a capital dos romanos.
Era ligada também por estrada à Laodicéia, e daí para as províncias orientais. Constituía-se numa importante junção entre estas cidades para o livre comércio. 
Estava situada no vale entre o monte Horno e o rio Caico, entre Pérgamo e Sardes, a 25 km do Mar Egeu.
Como era muito exposta aos invasores, tinha apenas uma fortaleza para defender não só a cidade, como também para obstruir o caminho até Pérgamo, a capital. 
Por isso Átalo III, em seu testamento, doou esta cidade ao império romano. Atualmente, é nesse lugar que se encontra a cidade de nome Akhisar (“castelo branco”), na Turquia.
Foi destruída por um grande terremoto durante o reino de [César Augusto (27 a.C.-d.C. 14 d.C.)], mas foi reconstruída com a ajuda do Império Romano. 
A cidade em si dava a impressão de “fraca tornada forte”.
Tiatira era de grande importância, pela produção e comercialização de vestidos de púrpura, uma tinta usada em tecidos (Atos 16:14), além de roupas, artigos de cerâmica, e apetrechos de bronze, etc..
Tiatira era considerada “santa” por causa de Apolo Tirinas, “deus do sol”.
Como as outras cidades da época, Tiatira teve seus templos e santuários religiosos, incluindo templos aos falsos deuses Apolo, Tirimânios e Ártemis (Diana), além de um santuário a Sambate, uma sibila (uma espécie de oráculo ocidental).
A importância de figuras femininas na cultura religiosa de Tiatira pode ter facilitado o trabalho de Jezabel, a mulher que seduzia os discípulos e incentivava a idolatria e a prostituição.
E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu.
Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações.
Jesus sempre nos dá tempo pra arrependimento, rever nossos erros e os deixar.
É a Justiça de Deus em ação.
Confessar
Arrepender-se metanóia é o processo.
Deixar
Obter perdão
Caso contrário:
Colocar no Leito para poder rever sua posição.
...e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
É um tempo de reflexão antes da chegada do resultado de seus erros doutrinários, não é vingança de Cristo, mas fruto do erro da doutrina anticristã.
Jezabel não se arrepende.
Por isto ela foi colocada sobre um leito de dores e morte.
Ninguém pense que seus erros, embora abandonados, não resultem em fatos ruins sobre suas vidas:
O erro sempre produz o opróbrio!
Jr 23:32-40.Eis que eu sou contra os que profetizam sonhos mentirosos, diz o SENHOR, e os contam, e fazem errar o meu povo com as suas mentiras e com as suas leviandades; pois eu não os enviei, nem lhes dei ordem; e não trouxeram proveito algum a este povo, diz o SENHOR. Eis que eu sou contra os profetas, diz o SENHOR, que usam de sua própria linguagem, e dizem: Ele disse. E porei sobre vós perpétuo opróbrio, e eterna vergonha, que não será esquecida.
O adultério espiritual é condenado e fica marcado na vida de quem permite a sua execução:
Pv 6:32-33.Assim, o que adultera ... é falto de entendimento; aquele que faz isso destrói a sua alma. Achará castigo e vilipêndio, e o seu opróbrio nunca se apagará.
A igreja de Tiatira desapareceu completamente no século II.
Nós não queremos ser como Tiatira uma igreja destinada ao desaparecimento ou a cama de dores e tribulações.
Tiatira que era fruto do Ministério do Apóstolo Paulo – Atos 19.10, em sua 3ª viagem missionária sofre estas graves palavras e infelizmente, mesmo avisada sucumbiu ao erro.
Faz parte da visão de Daniel 9.17.ss sobre Os 4 chifres notáveis do império grego foram os 4 generais que sucederam Alexandre, o Grande: Ptolomeu, Cassandro, Lisímaco e Selêuco.
Histórico:
O termo "tempos dos gentios" é o período no qual Jerusalém estaria sob o domínio dos gentíos, desde o cativeiro babilônico, continuando até hoje e continuará durante a tribulação.
Terminando na segunda vinda de Jesus à terra onde irá julgar as nações.Dn 2:35
A era da igreja que começou no dia de Pentecostes vai até o arrebatamento da igreja.
Também conhecida como dispensação da graça Ef 3:1-7 .No livro de apocalipse temos representadas a era da igreja em diversas épocas, através das sete igrejas da Ásia: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia (a útima igreja).
Este período não é contado como dentro das 70 semanas, pois não correspondem a "teu povo e a tua santa cidade" (Israel e a Jerusalém), mas sim a Igreja, pois a profecia é para Israel e Jerusalém.
Setenta Semanas de Daniel
Confronto do verdadeiro com o mito:
O confronto da mitologia com a Divindade verdadeira.
Jesus – o Filho de Deus – O Vedadeiro
Contra o filho de Zeus. Apolo
“Filho de Deus”, confrontando diretamente a divindade protetora de Tiatira, o deus Apolo, que era o “Filho de Zeus” (o deus-Sol), que apesar de seus mitológicos poderes, agia com muita injustiça. Jesus não era apenas o filho de um deus-Sol, mas o próprio Sol da Justiça que traz (e traria aos tiatirenses salvação, se o “temessem” (Malaquias 4:2).
Ap. 2. 18-25.  E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente:
Cristo se apresenta à igreja de Tiatira como aquele “que tem olhos como chama de fogo".
Representado aqui para Tiatira com o mais temível aspecto a todas as igrejas, anteriormente avisadas.
“que tem seus olhos como chama de fogo... É o Filho de Deus em Glória e com olhos que perscrutam tudo e todo.
É aquele que tem seus pés com o brilho inconfundível do lataão reluzente, qual o brilho do sol e da chama de fogo, na qual esteve, e saiu ileso da morte, então tem a firmeza do Eterno brilho celestial do vencedor da Morte e do Inferno e tem os pés firmes para julgar o Tiatira, Igreja que permitia o pecado.e continua com o mesmo poder, para julgar-nos como igreja atual, para que não possamos admitir o pecado em nosso meio e reuniões.
E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial?”
Assim ele se apresenta como a maior autoridade pra suplantar qualquer outra autoridade inferior admitida no seio de Tiatira!

Eis o ensino apostólico que o espírito de  Jezabel quebrou em Tiatira:
Atos 15:13-29.E, havendo-se eles calado, tomou Tiago a palavra, dizendo: Homens irmãos, ouvi-me:
Na verdade pareceu bem ao Espírito Santo e a nós, não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias:
Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá.
Mas tenho contra ti que toleras Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria.”
Os filhos de Jezabel:
São sem dúvida alguma, os que aceitaram sua doutrina em detrimento da Doutrina de Cristo.
São os seguidores de doutrinas não verdadeiras, que infelizmente tem proliferado entre o cristianismo.
Com danos a vida de muitas pessoas e para igrejas, que foram dizimadas, até recentemente.
A ação de Jezabel entre os seus seguidores e aos da igreja não atentos:
-Ensino
-Engano
-Prostituição
-Comer sacrifícios da idolatria;
Muitos sofrerão este dano, por ensinar, ministrar e permitir e serem omissos em não combater Jezabel, hoje disfarçada em novas liturgias e ensinos aparentemente revelados, a ‘escolhidos’ no meio do povo!
“E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras.”
Quem aquilata, analisa, condena e declara o objetivo desta palavra de alerta e condenação, que segue até aos nossos dias nos orientando como sermos cristãos verdadeiros.
Pv 17:10-11.A repreensão penetra mais profundamente no prudente do que cem açoites no tolo.Na verdade o rebelde não busca senão o mal; afinal, um mensageiro cruel será enviado contra ele.
É aquele que “sonda os rins e os corações”, ou seja, ao próprio Logos: Hebreus 4:12.Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.
I Corintios 2:10.Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.
A igreja de Tiatira abrira espaço para outra autoridade ensinar e enganar o povo congregado, em detrimento à doutrina do Cristo glorificado!
Agora é disciplinada e chamada a atenção com o mesmo Cristo em forma poderosa, como nenhuma Igreja até este momento vira seu resplendor glorioso, demonstrando seu Senhorio e Poder únicos.
Cristo não reparte seu senhorio e poder, dentro do universo e menos ainda, no seio de sua Igreja, seu Corpo místico e glorioso, na esfera divinal.
É o recado para cada um de nós no presente século, onde muitos tem se colocado como ponto central da igreja, independendo da presença de Cristo e/ou permitindo a presença de Jezabel, como ensinadora de doutrinas “novas”, que desvirtuam a Igreja do ensino cristológico real.
Solução:
A única vacina contra as heresias é o conhecimento da Palavra e a comunhão com o Espírito Santo, só assim há proteção.
Esse é um dos motivos do Senhor dizer no final de todas as suas cartas: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”. Apontamento do autor.
Livres desta condenação, estão os que não se aliaram a doutrina de Jezabel – que representa a mulher dominadora, que quer atuar junto com o anjo da igreja embasada em seus ensinos adúlteros, cuidado com elas, que aparentemente usam “dons” para comeles se sobrepujarem sobre os pastores e lideranças dentro da Igreja! - e livres da condenação dos ensinos das “profundezas de Satanás”.
Seja este remanescente da Igreja fiel em Tiatira!
“Mas eu vos digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei.”
Os magos da Babilônia já usavam esta expressão – profundeza de sabedorias pagãs – juntamente com os teosofistas, “ciência cristã”, os espíritas, que ainda hoje atuam nesta área.
São apenas misticismos condenados sob a luz das Escrituras:
São pseudo-conhecimentos de fundamento espiritual do reino parasita do mal – cujo príncipe é Satanás.
São psíquico-diabólicas doutrinas, que agem na mente do que não tem conhecimento da verdadeira Doutrina, que não é prova alguma de espiritualidade, mas da ação do príncipe deste Mundo.
Quem se mantém longe deta doutrina pode receber as promessas:
Rm 6:12-22.Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências;Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça.Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.
“Mas o que tendes, retende-o até que eu venha.”
Historiando:
Lídia e os familiares da sua casa estavam entre os primeiros na Europa a aceitar o cristianismo, por volta de 50 EC, em resultado da actividade do apóstolo Paulo em Filipos.
Lídia morava em Filipos, a principal cidade da Macedónia, mas seria originária de Tiatira ou pelo menos teria morado lá anteriormente.
Tiatira era uma cidade que ficava na região chamada Lídia, na parte ocidental da Ásia Menor. Por esta razão, alguns crêem que Lídia não seria o nome desta mulher mas simplesmente uma alcunha ou apelido que os filipenses lhe teriam atribuído.
Ou seja, esta mulher seria chamada "a lídia", assim como a mulher com quem Jesus Cristo falou em Sicar podia ser chamada de "a mulher samaritana", por viver em Samaria. Independentemente disso, o termo "Lídia" veio a tornar-se um prenome feminino da onomástica da língua portuguesa.
Tiatira era bem conhecida pela sua indústria de tingimento e é provável que Lídia tivesse aprendido ali as habilidades que vieram a tornar-se a sua profissão. A existência de fabricantes de corante tanto em Tiatira como em Filipos é comprovada por inscrições descobertas por arqueólogos.
É possível que Lídia se tivesse mudado por causa do trabalho, quer para cuidar do seu próprio negócio, quer como representante de uma firma de tintureiros tiatirenos.
Mais tarde, já em Filipos, Lídia vendia púrpura, quer o corante, quer o vestuário e tecidos tingidos com ele.
O corante púrpura era extraído de várias fontes.

Parece que era ela quem dirigia a sua casa, o que pode ter incluído escravos ou servos, e, portanto, possivelmente era viúva ou solteira.
Segundo[1] Marcial, poeta romano do Século I-pagão, um manto da mais fina púrpura de Tiro, outro centro fabricante dessa substância, chegava a custar 10.000 sestércios, ou 2.500 denários, o equivalente ao salário de 2.500 dias de um trabalhador.
É óbvio que essas roupas eram artigos de luxo ao alcance de poucos. Vê-se que Lídia devia viver bem em sentido financeiro.
O fato é que ela tinha condições de receber o apóstolo Paulo e seus companheiros, Lucas, Silas, Timóteo e talvez outros discípulos de Cristo.
“...e o SENHOR lhe abriu o coração para que estivesse atenta...”.
Porque a palavra mostra que isto só aconteceu, porque ela recebeu a Cristo, diferente da Igreja de sua cidade – Tiatira, vide texto bíblico abaixo:
Atos 16:14-40.E uma certa mulher, chamada Lídia, vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira, e que servia a Deus, nos ouvia, e o SENHOR lhe abriu o coração para que estivesse atenta ao que Paulo dizia.E, depois que foi batizada, ela e a sua casa, nos rogou, dizendo: Se haveis julgado que eu seja fiel ao SENHOR, entrai em minha casa, e ficai ali. E nos constrangeu a isso.E, saindo da prisão, entraram em casa de Lídia e, vendo os irmãos, os confortaram, e depois partiram.
Muitos não temos atentado para ajudar aos irmãos e abrigá-los em nossas casas, devemos ser como Lídia de Tiatira para atentar em cuidar dos menos favorecidos entre nós, e ajudá-los a nossa expensas.
Sestércio com a efígie de Vitélio.
O sestércio (sestertius, em latim) era uma antiga moeda romana.
O nome provém das palavras latinas semis ("meio") e tres ("três"), isto é, "meio terceiro", porque valia dois asses e meio.
O mais caro era de certos tipos de moluscos marinhos.
O sestércio foi criado por volta de 211 a.C. como uma pequena moeda de prata que valia um-quarto de denário (e, portanto, um-centésimo de um áureo).
Quando o valor do denário foi reajustado para 16 asses, o sestércio também sofreu um reajuste, passando a valer 4 asses (mantendo, portanto a paridade equivalente a um-quarto de denário).
Em 23 a.C., a reforma monetária de Augusto transformou o sestércio numa moeda grande de bronze; da mesma forma que o dupôndio, era feito com uma liga dourada chamada oricalco.
Circulou até meados do Século III.
O dupôndio (dupondius, em latim, pl. dupondii) era uma antiga moeda romana de bronze em circulação durante a República e o Império Romano, no valor de 2 asses (1/2 sestércio ou 1/8 denário).
O dupôndio entrou em circulação durante a República como uma moeda grande fundida (e não cunhada) cujo peso era de cerca de 2 libras romanas. A moeda apresenta o busto de Roma no anverso e uma roda com seis raios no reverso.
Com a reforma monetária de Augusto em 23 a.C., o sestércio e o dupôndio passaram a ser fabricados com uma liga dourada de bronze que os numismatas chamam oricalco; denominações de menor valor eram produzidas em cobre avermelhado.
A inclusão de uma coroa radiante sobre a efígie do imperador, em 66 d.C., durante o reinado de Nero, teve como resultado destacá-lo do asse (de dimensões semelhantes).
O acréscimo de uma coroa radiante para indicar valor dobrado foi também aplicado ao antoniniano (denário duplo) e ao duplo sestércio. O dupôndio foi fabricado até o fim do século III d.C.
Tendo em vista que os dupôndios anteriores a Nero não apresentam a coroa radiante, é por vezes difícil de distingui-los do asse, devido à pátina.
Conclusão:

Punição:
A punição aos filhos é de uma conotação espiritual, ou seja, são os seus seguidores, mas ainda havia tempo para se arrependerem. A punição será para exemplo entre as igrejas. Evangelismo e Reforma
Autoridade (v.26) – A igreja não precisa se vender para ganhar o mundo. Nem precisa se parecer com eles. O Senhor a honrará na fidelidade, fazendo reinar sobre as nações.
O Sol da justiça (Ap. 22.16) será o clareador das trevas da ignorância, revelando o entendimento genuíno da igreja por meio de Cristo.
Faz bem aquele que escuta estas palavras.
O espírito de Jezabel se mostra como espírito de domínio sobre a autoridade do anjo da igreja, do verdadeiro profeta [como Elias, destes dias] e do Rei Jesus.
Como o espírito da sexualidade e da maquiagem para aparentar sua presença.
Satanás deseja que a igreja deixe os padrões morais cristãos.
Que a Igreja relativize o homossexualismo, o aborto, a imoralidade, o sexo fora do casamento e tudo que denigre a santidade.
Mas, nos dias de hoje precisamos olhar e atentar para a vontade de Deus em conservar homens santos e zelosos, como nos dias do profeta Elias.
A igreja verdadeira há de se purificar dessas ciladas.
Usemos a Palavra de Deus, manejando-a com destreza e única regra de fé, para que desenvolvamos seu zelo profético por meio da piedade e do conhecimento de Cristo
Fonte:
Bíblia Plenitude
Bíblia Explicada – CPAD
Espada Cortante- Orlando Boyer - CPAD
Comentário Histórico-Cultural do Novo Testamento - CPAD
O PATRONATO EM MARCIAL
Leni Ribeiro Leite - Prof. Dr. Carlos Antônio Kalil Tannus
Dissertação de Mestrado submetida ao Programa de Pós-graduação em Letras Clássicas, Faculdade de Letras, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Mestre em Letras Clássicas.
The Sephardic Community of Akhisar (Thyatira), Turkey
(Kahal Kadosh Akhisar) 
Evangelismo e Reforma - Fabiano Ramos Gomes
Outras fontes.

[1] A obra de Marcial consiste de quinze livros de poemas, conforme mencionado acima. Aquele que figura na maioria das edições como o de número treze, chamado Xenia, e o de número quatorze, Apophoreta, pelo seu conteúdo mesmo, não foram considerados para análise, bem como o não numerado Liber Spectaculorum. Restaram então os demais doze livros, a parte realmente importante da obra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUE DEUS TE ABENÇOE ! JESUS TE AMA E QUER TE LEVAR PARA O CÉU .

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...